3 grandes vexames de Medina no Internacional

Alexander Medina deixou o comando técnico do Inter, após o confronto contra o Guaireña, pela Sul-Americana. Um dos motivos da demissão do uruguaio, foi a série de vexames que o time obteve na temporada, em apenas três meses.

O treinador foi respaldado pela direção em diversos momentos de pressão, por parte da torcida, e também da imprensa. Contudo, após a segunda rodada da Sul-Americana, se tornou inevitável a sua permanência no Beira-Rio.

Eliminação para o Globo

O primeiro momento de pressão, que Medina viveu, foi na eliminação da Copa do Brasil, para o Globo-RN. A equipe da quarta divisão do futebol brasileiro venceu o Colorado por 2 a 0, causando a eliminação do time de Cacique, na primeira fase da competição.

A derrota fez com que a demissão do treinador fosse cogitada, porém, no dia seguinte, três jogadores da equipe concederam entrevista coletiva, e assumiram a responsabilidade pelo vexame.

Derrota no GreNal

Mesmo com uma campanha irregular, Medina adquiriu respaldo, após sua equipe vencer o Grêmio na fase inicial do Campeonato Gaúcho, por 1 a 0. No entanto, o arquirrival voltou a cruzar o caminho do Colorado, nas semifinais da competição.

O tricolor venceu a partida de ida, pelo placar de 3 a 0. Com isso, Medina voltou a ser pressionado, dessa vez de forma mais intensa, por conta do peso de um clássico, sobretudo pelo momento ruim que o Grêmio vive.

Entretanto, no segundo duelo das semifinais, o Inter diminuiu o prejuízo do confronto, e após oito anos voltou a vencer o Grêmio fora de casa. Mesmo com a eliminação, o treinador novamente foi mantido no cargo.

Início ruim na Sul-Americana

Após a queda no Campeonato Gaúcho, Medina obteve um período de duas semanas para treinar a equipe, sem partidas para disputar. No entanto, o time retornou aos jogos, com os mesmos problemas que possuía.

Na partida contra o 9 de Octubre, lanterna do Campeonato Equatoriano, o Colorado abriu 2 a 0 no placar, mas acabou cedendo o empate no segundo tempo.

Já na segunda rodada da competição, o Inter enfrentou o Guaireña, no Beira-Rio. A equipe de Medina saiu atrás no placar, e teve que correr atrás do empate, que só aconteceu, após um gol contra da equipe paraguaia.

O empate tornou a permanência de Medina insustentável, e o treinador acabou sendo demitido no dia seguinte. Foram 17 jogos do uruguaio no comando técnico, com 6 vitórias, 6 empates e 5 derrotas.

Comentários do Facebook

- Publicidade -