Portal do colorado
Portal de Noticias do Sport Club Internacional

5 chapéus marcantes que a atual direção do Inter levou

O Internacional levou alguns chapéus doídos no mercado de transferências nesta gestão, relembre alguns dos mais marcantes. Apesar das contratações importantes que o Colorado acabou fazendo durante o mandato de Alessandro Barcellos, também sobraram negócios em que não houve acerto e os atletas foram para outros time, em alguns momentos até para rivais.

5 chapéus recentes do Inter

Um dos mais recentes aconteceu no final da janela de transferências de meio do ano, quando o Inter estava no mercado em busca de um atacante e viu a oportunidade em Nahuel Bustos, do Manchester City, que podia chegar para resolver alguns problemas ofensivos que o time tinha na época.

No entanto, o São Paulo acabou tomando a frente, mas o atleta não deu certo lá e, depois de quatro meses, acabou acertando sua saída para o Talleres. Ao todo foram 9 jogos e um gol marcado no Tricolor. outro atacante tentado foi Nikão, que era grande destaque do Athletico e ficou livre no mercado de transferências.

No entanto, o jogador, apesar de estar encaminhado a ida ao Colorado, definiu ir também para o São Paulo, que teria feito uma oferta mais vantajosa. O atleta também foi uma decepção no Morumbi e marcou 4 gols em 32 partidas, estando de saída para o Cruzeiro atualmente.

Na janela de meio do ano, um velho conhecido da torcida quase retornou. Precisando de um centroavante, o Inter foi em busca de Yuri Alberto, que estava liberado para buscar outro time por conta de uma normativa da Fifa. No entanto, o atleta preferiu ir para um dos maiores rivais, o Corinthians, que acabou acertando o empréstimo com o Zenit diretamente.

Outro que acabou trocando o Inter pelo Corinthians, mesmo tendo uma história no time gaúcho foi Giuliano, que deixou seu clube na metade de 2021 e escolheu ir para a capital paulista. Em outra oportunidade, anteriormente, ele também já tinha optado pelo Grêmio, ficando um pouco queimado com os colorados, apesar da bola que jogou na Libertadores de 2010.

Em quinto e último aparece Lucas Romero, que estava praticamente acertado com o Clube do Povo, mas um leilão se iniciou e o time gaúcho e o Cruzeiro, que é ex-time dele, acabaram ficando para trás para que o volante fechasse com o León, do México, que teria oferecido mais dinheiro por sua contratação.