5 grandes momentos de D’Alessandro com a camisa do Internacional

No próximo domingo (17), D’alessandro fará sua despedida do futebol, contra o Fortaleza, pela segunda rodada do Brasileirão.

O gringo irá se aposentar no palco que mais disputou partidas em sua carreira, e a torcida promete lotar o Beira-Rio, para se despedir do ídolo. D’ale nunca deixou de manifestar seu amor pelo clube e por Porto Alegre, e após 16 anos vestindo o manto alvirrubro, irá escrever o último capítulo de uma carreira repleta de conquistas.

Estréia no GreNal

D’alessandro fez sua primeira partida com a camisa colorada, no dia 13 de agosto de 2008. O confronto contra o maior rival, foi válido pelas oitavas de final, da Sul-Americana. O clássico acabou empatado pelo placar de 1 a 1, e marcou a estreia do gringo no Clube do Povo.

Goleada no clássico

No mesmo ano em que chegou, D’ale fez sua melhor atuação pelo Inter. Após estrear contra o arquirrival, em seguida, o argentino disputou seu segundo clássico.

No entanto, dessa vez a partida passou longe de ser discreta. D’ale fez seu primeiro gol em GreNais, e participou dos outros três, na goleada por 4 a 1. O Grêmio liderava o brasileirão, mas despencou na tabela, após o massacre comandado pelo ídolo colorado.

Final da Sul-Americana

D’ale coleciona taças em sua história com o Internacional, e a primeira conquista foi a Copa Sul-Americana, com apenas cinco meses no clube. O Inter possuía um dos melhores elencos do país, com Alex, Nilmar, Guiñazu, Indio, Magrão, além de D’alessandro e muitos outros.

Após eliminar gigantes como Grêmio e Boca Juniors, o Colorado enfrentou o Estudiantes na final. Em um confronto muito emocionante, o Inter levou a melhor e D’alessandro conquistou seu primeiro troféu em Porto Alegre.

Conquista da Libertadores

A noite mais feliz de D’alessandro vestindo a camisa colorada, foi na conquista da Libertadores em 2010. O Colorado se sagrou bicampeão do torneio, sendo o primeiro da carreira do gringo.

O camisa 10 foi o protagonista da equipe comandada por Jorge Fossati, e depois por Celso Roth. A ótima atuação no torneio, fez com que o argentino fosse eleito o Rei da América na temporada.

Reinauguração do Beira-Rio

Um dos momentos mais emocionantes da carreira de D’alessandro, foi o gol na reinauguração do estádio Beira-Rio.

Após anos de reforma para a Copa do Mundo de 2014, o Inter reabriu as portas do gigante para a torcida. No amistoso contra o Peñarol, D’ale marcou um gol extraordinário de falta, e mesmo sendo apenas um amistoso, o gringo não conteve as lágrimas e se emocionou muito com o momento.

Comentários do Facebook

- Publicidade -