Abel Braga não se cala e chuta o balde sobre arbitragem: “mão grande”

O Campeonato Brasileiro de 2020 ainda não foi engolido pela maioria dos Colorados, e para Abel Braga, técnico do time na oportunidade, não seria diferente. O Inter acabou ficando em segundo lugar após algumas polêmicas de arbitragem com expulsões e lances polêmicos que acabaram prejudicando o Clube do Povo na reta final da competição.

Abel Braga, inclusive, deu uma entrevista recentemente ao programa Show dos Esportes, da Rádio Gaúcha, onde falou sobre aquela briga pelo título brasileiro. O treinador chegou a citar uma “mão grande” para tirar o troféu do Colorado.

“No início, os resultados não foram bons. A equipe tinha uma maneira própria de jogar. Aos poucos, fui colocando no meu jeito e tivemos uma sequência incrível. Me entusiasmei. Senti que poderia dar um título brasileiro para o clube. A frustração foi enorme. Eu falo isso toda hora. Me tiraram na mão grande. Com a expulsão do Rodinei. Com o pênalti contra o Corinthians e com aquela bola cruzado que ninguém tocou no Cássio”, declarou o ex-treinador.

Abel Braga fala de sua saída do Inter

Apesar da briga pelo título do Campeonato Brasileiro com possibilidades reais de ser campeão, a diretoria do Internacional acabou optando por contratar outro treinador para o início da temporada seguinte, tirando o cargo de Abel Braga. Porém, para o técnico, não houve nenhum mal entendido na situação.

“Não ficou nada mal explicado. Eu entendo perfeitamente. Eu nunca saí de clube nenhum brigando. Não seria assim no Inter. Eu só comuniquei que o meu ciclo estava encerrado. Eu já sabia da decisão, que já tinha sido contratado um novo treinador, o que é um direito. Problema zero. Gostaria de ter continuado, mas não tinha como mudar a decisão que já tinha sido tomada. Paciência. O Inter está em primeiro lugar”, disse.

- Publicidade -