Abel Braga ousava ao escalar o Inter em 2007 e causava estranheza

Depois de orquestrar o Inter na campanha do título do Mundial de Clubes de 2006, Abel Braga não proporcionou um bom trabalho no ano seguinte. Isso se evidenciou não apenas na saída imediata do comandante, como também, na campanha da equipe na fase de grupos da Libertadores, em que acabou eliminado na terceira colocação.

Mesmo com muita moral entre a torcida, Abel não foi poupado das críticas. Isso porquê o histórico comandante deixava alguns dos protagonistas das conquistas no banco de reservas, como Fernandão e também Alexandre Pato, que não atuaram em alguns duelos do torneio continental.

Mesmo com uma boa campanha, o Colorado não alcançou à pontuação necessária para se classificar. Com 10 pontos, os comandados de Abelão fora superados Nacional de Montevidéu e acabaram sendo eliminados do torneio.

Depois disso, Abel acabou se desligando do clube e deu espaço para Alexandre Gallo, que com um péssimo trabalho também durou pouco na casamata alvirrubra, ocasionando o retorno de Abel.

Confira algumas escalações de Abel na fase de grupos da Libertadores de 2007:

Nacional-URU 3 x 1 Internacional
LIBERTADORES 2007 – 1ª FASE – NACIONAL-URU 3 X 1 INTERNACIONAL
Data: 21/02/2007
Local: Parque Central – Montevidéu (URU)

INTERNACIONAL: Clemer; Élder Granja, Ediglê, Rafael Santos e Hidalgo; Edinho, Wellington Monteiro, Adriano Gabiru (Michel) e Alex (Perdigão); Iarley e Luiz Adriano (Fernandão). Técnico: Abel Braga.

Velez 3 a 0 Inter – Data: 14/3/2007 (quarta-feira)
Local: Estádio José Amalfitani,
Inter: Clemer; Ceará, Índio, Wilson e Hidalgo; Edinho, Maycon, Adriano (Christian) e Fernandão; Iarley (Alexandre Pato) e Michel (Vargas)
Técnico: Abel Braga

Comentários do Facebook

- Publicidade -