Aguirre foi embora há mais de uma semana e nada de substituto

- Publicidade -

- Publicidade -

Faz uma semana que o Inter oficializou a saída de Diego Aguirre e ainda não definiu o seu substituto. A diretoria precisa ter a definição do novo comandante da equipe para colocar em prática o planejamento para a próxima temporada. O clube mantém conversas com o uruguaio Alexander Medina e o argentino Eduardo Domínguez.

A busca por um novo treinador começou antes mesmo de Aguirre deixar o cargo. Desde o início da especulação a respeito da saída de Óscar Tabárez da seleção uruguaia, o treinador foi cotado para assumir o seu lugar. Porém, Diego Aguirre acabou deixando o Beira-Rio pelo desempenho ruim do time na reta final do Campeonato Brasileiro.

- Publicidade -

Com a saída de Aguirre, Inter busca outro estrangeiro

O Inter está em conversas com Medina e Domínguez, os dois favoritos para comandar o time. A diretoria colorada também esteve em contato com o português Paulo Sousa, que atualmente está na seleção polonesa, mas a negociação não avançou.

Alexander Medina, de 43 anos, está indeciso entre a proposta do Colorado e a renovação com o Talleres. O treinador foi pressionado pelo presidente do clube argentino e terá que decidir o seu futuro em breve. Ele quer dar um passo adiante na carreira, ou seja, a garantia de um projeto que seja ambicioso, que brigue por títulos em 2022.

- Publicidade -

O outro nome é Eduardo Domínguez, também de 43 anos. Atual treinador do Colón, ele levou o clube a sua conquista mais relevante na história, a Copa da Liga Profissional, vencendo o Racing por 3 a 0, e levando o time à Libertadores. O genro do lendário técnico do Vélez e do Boca, Carlos Bianchi, tem contrato até o fim de 2022, mas há uma cláusula que torna possível a sua saída agora.

Comentários do Facebook

- Publicidade -