América-MG tem 8 jogos de invencibilidade, antes de pegar o Inter

0

Adversário do Inter na próxima rodada, o América-MG vive o melhor momento no ano, com uma invencibilidade que já dura oito jogos. Em caso de resultado positivo, o Coelho vai colar no Colorado na tabela e passa a brigar por uma vaga para a Libertadores.

O América-MG conquistou quatro vitórias e quatro empates nas últimas rodadas do Brasileirão. Os resultados foram suficientes para afastar a equipe da briga contra o rebaixamento e colocar no meio da tabela, na 10° posição, com 31 pontos. Confira os placares nessa sequência positiva do Coelho:

2×0 contra o Ceará
2×0 contra o Athletico-PR
1×1 contra o Corinthians
0x0 contra o São Paulo
1×1 contra o Flamengo
2×0 contra o Cuiabá
2×1 contra o Palmeiras
1×1 contra o Juventude

Para dar sequência aos jogos sem perder, o América-MG joga fora de casa contra o Inter, nesta quarta-feira (13), às 21h30min, em partida válida pela 26° rodada do Campeonato Brasileiro.

Inter vive boa fase no Brasileirão

O Colorado está em sétimo, com 36 pontos, e vive bom momento no Campeonato Brasileiro, com apenas uma derrota nas últimas 11 partidas.

O Inter enfrenta o Coelho após golear a Chapecoense por 5 a 2 no Beira-Rio, na partida que marcou o retorno da torcida aos estádios.

Ficha técnica – Inter 5 x 2 Chapecoense


Estádio: Beira-Rio, em Porto Alegre (RS)
Data/horário: 10 de outubro de 2021, às 11h00 (de Brasília)
Árbitro: Alisson Sidnei Furtado (TO)
Assistentes: Fábio Pereira (TO) e Cipriano da Silva Sousa (TO)
VAR: Leone Carvalho Rocha (GO)
Cartões amarelos: Daniel, Moisés, Matheus Cadorini (INT), Jordan (CHA)
Cartões vermelhos:
GOLS: Yuri Alberto, 01’/1ºT (1-0) (Internacional); Taison, 05’/1ºT (2-0) (Internacional); Yuri Alberto, 35’/1ºT (3-0) (Internacional); Yuri Alberto, 39’/1ºT (4-0) (Internacional); Matheus Cadorini, 12’/2ºT (5-0) (Internacional); Mike, aos 15’/2ºT (5-1) (Chapecoense); Mike, aos 35’/2ºT (5-2) (Chapecoense).

INTERNACIONAL (Técnico: Diego Aguirre)
Daniel; Saravia (Heitor, no intervalo), Bruno Méndez, Víctor Cuesta e Moisés; Rodrigo Dourado (Boschilia, no intervalo), Rodrigo Lindoso, Maurício e Patrick (Gustavo Maia, aos 14’/2ºT); Taison (Paulo Victor, aos 24’/2ºT) e Yuri Alberto (Matheus Cadorini, no intervalo).

CHAPECOENSE (Técnico: Pintado)
João Paulo; Matheus Ribeiro, Ignácio, Jordan e Mancha (Busanello, aos 21’/2ºT); Moisés Ribeiro (Kaio Nunes, aos 36’/2ºT), Renê Júnior (Anderson Leite, aos 11’/1ºT) e Denner (Lima, no intervalo); Geuvânio (Marquinho, aos 21’/2ºT), Mike e Bruno Silva.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.