Análise Tática: Vitória x Inter

0

O Inter viajou à Bahia para enfrentar o Vitória, e volta ao RS com boa vantagem para o jogo da próxima quinta-feira.

O primeiro tempo teve ritmo baixo, principalmente no setor ofensivo do Colorado, pela baixa intensidade e, principalmente, pelos erros na tomada de decisão.


O Vitória dava espaços vazios aos jogadores adversários, mas a opção pelo passe nessa faixa de campo foi rara. Em muitas oportunidades, os atletas seguravam demais a posse, até perdê-la, como destacamos na imagem de Patrick, com cinco atletas dando opção para receber tanto em diagonal, profundidade e lateral. Entretanto, a bola acaba não chegando a nenhum deles antes do desarme da zaga.

No segundo tempo, uma melhora relevante no aspecto da movimentação. Caio e Taison criaram, logo no início, boa jogada com passe em profundidade entre os zagueiros adversários. O Inter teve controle total da posse, mas ainda peca no aspecto físico, por intensidade durante os 90 minutos, além da baixa capacidade de encaixe de alguns atletas. Esse fator se passa, principalmente, pela característica individual.

Gol da vitória sai em pênalti sofrido e convertido por Galhardo, que entrou no segundo tempo para garantir um justo resultado à partida.

- Publicidade -

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.