Aránguiz e Edenilson não devem jogar juntos no Internacional

O Internacional está interessado na contratação de Charles Aránguiz, do Bayer Leverkusen. O Colorado aguarda a liberação do jogador no futebol alemão para tentar chegar em um acordo na próxima janela de transferências.

Apesar da possibilidade de reforço, o atleta não deve jogar junto com Edenilson. Em entrevista para o Baldasso, nesta quarta-feira (22), Mano Menezes esclareceu que não vê como prioridade contratar um jogador de qualidade para uma posição que já tem alguém.

Por conta disso, é pouco provável que Aránguiz venha para disputar a posição com Edenilson. Segundo Mano, o chileno joga de segundo volante, que é a mesma posição do atleta que já está presente no elenco colorado.

A situação não favorece a transferência de Aránguiz ao Colorado, já que a direção está priorizando a contratação pontual de jogadores. O clube tem pouco dinheiro em caixa e não quer fazer gastos desnecessários na janela de transferências.

O maior problema para ter Edenilson e Aránguiz no elenco é o fato de que o clube teria que arcar com os salários altos de dois jogadores da mesma posição. O atleta que está vinculado ao Colorado ganha cerca de R$ 600 mil por mês e o chileno não deve ganhar menos que isso.

A situação faz mano preferir a contratação de um centroavante. O Internacional está monitorando o mercado em busca de alternativas e o atacante Yuri Alberto, do Zenit, da Rússia, é visto como o nome ideal para reforçar o clube.

Como Yuri Alberto pode reforçar o Internacional?

A nova determinação da Fifa, que autoriza os jogadores que atuam na Ucrânia e na Rússia a suspenderem os contratos até junho de 2023, permite que Yuri Alberto assine por empréstimo com qualquer equipe.

O atleta não está interessado em retornar ao Zenit e pode assinar com o Internacional. Outros clubes estão interessados na contratação do atacante, como o Corinthians, Atlético-MG e Flamengo.

Comentários do Facebook

- Publicidade -