Arbitragem quase prejudicou o Inter contra o Bragantino

O Internacional venceu o Bragantino por 2 a 0, fora de casa, na noite deste domingo (5), pela 9ª rodada do Brasileirão. A vitória colorada acabou eximindo a arbitragem de um erro que poderia ter prejudicado o time de Mano Menezes. No segundo tempo, a equipe paulista deveria ter ficado com um a menos.

Aos 36 minutos da segunda etapa, a partida ainda estava empatada em 0 a 0, quando o zagueiro Kevin Lomónaco deveria ter sido expulso. O carrinho dado pelo defensor deveria ter lhe rendido o segundo cartão amarelo. No primeiro tempo, aos 27 minutos, ele já havia recebido um cartão. Entretanto, o árbitro Wagner do Nascimento Magalhães não aplicou a regra.

“Por ter sido no campo de defesa do Inter, o árbitro perdoou ele. Mas era lance para amarelo, sim”, disse o ex-árbitro Sandro Meira Ricci sobre o lance, na central do apito do Premiere.

Nos acréscimos, o Colorado acabou por resolver a vida da arbitragem. Primeiro, Johnny aproveitou a escorada de Maurício após cruzamento para tirar o zero do placar. Nos instantes finais, Carlos de Pena, de pênalti, deu números finais a partida, 2 a 0.

Apesar da Arbitragem, Inter quebrou sequência indesejada no Brasileirão

Cinco empates seguidos era a sequência de resultados do Clube do Povo antes da vitória sobre o Red Bull Bragantino. Tantos resultados iguais fizeram do time um dos que mais empataram na competição até o momento, ao lado do São Paulo.

O triunfo diante do rival paulista fez o Colorado pegar o elevador do Campeonato Brasileiro. Da 12ª posição no início da rodada, a equipe pulou para a 7ª colocação, com 14 pontos conquistados.

Na próxima rodada, na quarta-feira (8), os comandados de Mano Menezes têm pela frente o Santos, uma oportunidade de entrar na zona de classificação da Libertadores.

- Publicidade -