As 5 boas notícias do empate em Ijuí

O empate em 0 a 0 com o São Luiz, fora de casa, pelo Campeonato Gaúcho, tirou os 100% de aproveitamento do Internacional no torneio. Mas ainda assim, o saldo da partida é considerado positivo por comissão técnica e direção.

No primeiro tempo, o Inter cedeu espaços para a equipe da casa, que chegou a assustar e ficar próxima do gol. Mas na volta do intervalo a equipe de Medina cresceu nas ações e passou a controlar a partida, mesmo que não tenha chegado ao gol.

Os 5 destaques positivos

  1. O principal destaque positivo foi D’Alessandro. O camisa 10 comandou as ações do time durante toda a partida e mostrou que, mesmo em clima de despedida, pode ser muito útil na preparação do Internacional para o Campeonato Gaúcho. Ele foi o cérebro do time e não faltou intensidade. Tanto que aos 41 anos, ele atuou por 90 minutos. Sim, 90 minutos, contando os acréscimos do primeiro tempo. Quem achava que o gringo seria um “peso” no time, para ter sua despedida, se enganou.
  2. Paulo Victor teve uma boa participação principalmente no segundo tempo. Pelo lado dele foram as grandes investidas do Internacional, que chegou perto do gol. Preciso em cruzamentos, com velocidade e habilidade para chegar a linha de fundo, ele foi elogiado pelo técnico Cacique Medina, que foi claro. PV é mais técnico que Moisés, apesar de não ser tão forte fisicamente. Nós já falamos aqui sobre o plano do Inter para a titularidade do jovem lateral-esquerdo. Talvez isso aconteça antes do que a gente imagine.
  3. Johnny também fez um bom segundo tempo. Importante nas inversões de jogadas e na marcação alta, ele teve pela primeira vez uma minutagem importante com Medina. Muitas chances passaram por ele, inclusive, quase marcou um gol após pressionar a saída de bola e ganhar o lance. Importante, pois trata-se de um dos jogadores com maior potencial de venda do elenco.
  4. Keiller mostrou o que a gente sabia. Uma grande atuação de um grande goleiro. Ele foi importante para segurar o resultado no primeiro tempo. Depois de um grande Campeonato Brasileiro mostrou que o Inter está muito bem servido debaixo das traves. Ele só não é titular, porque o Daniel também vive um momento espetacular.
  5. O jogo serviu para dar minutagem a jogadores jovens. Nícolas e Matheus Dias fizeram suas estreias no time profissional do Inter. Este tipo de experiência será necessária no Campeonato Gaúcho. Na coletiva, Medina ressaltou isso e elogiou muito o empenho e disposição da garotada.

Mais detalhes sobre o jogo e o dia colorado, aqui:

Comentários do Facebook

- Publicidade -