Assim deve ser a postura do Inter no mercado de transferências

O Internacional está monitorando o mercado em busca de reforços para a próxima janela de transferências, que abre no dia 18 de julho. O Colorado tem pouco dinheiro em caixa, então prioriza a busca por atletas livres no mercado ou na lista de empréstimos.

Mesmo com a postura discreta no mercado em um primeiro momento, o Inter terá perto de R$ 2 milhões para pagar em salários. A maior prioridade da direção é a contratação de um centroavante, já que os atletas da posição não estão rendendo o esperado.

Além do mais, o Internacional ainda deve diminuir os custos da folha salarial para permitir a chegada de mais reforços. Até o momento, o clube contou com as saídas de jogadores como Bruno Méndez, Rodrigo Dourado e Natanael.

O Colorado ainda deve trabalhar na saída de novos jogadores caso apareçam clubes interessados. Wesley Moraes, Gustavo Maia, Paulo Victor, Boschilia, Liziero e Caio Vidal são peças que podem deixar o elenco na próxima janela.

Inter acertou a transferência em definitivo de Léo Borges

O lateral-esquerdo Léo Borges retornou recentemente ao Internacional após empréstimo no Porto, de Portugal, mas já deixou o clube novamente. O jogador de 21 anos acertou a transferência em definitivo para o Pogón Szczecin, da Polônia.

Fora dos planos do Colorado, o atleta teve que procurar por um novo clube e demonstrou interesse na proposta do clube polonês. O lateral já está integrado ao elenco e em preparação para as próximas partidas no futebol europeu.

Léo Borges foi revelado pelo Internacional em 2020 e fez 16 jogos durante a passagem pelo Colorado. No segundo semestre de 2021, foi emprestado ao Porto B, que disputa a segunda divisão no país.

- Publicidade -