Canto homofóbico da torcida em Flu x Inter vai para súmula

- Publicidade -

- Publicidade -

O árbitro da partida entre Fluminense e Internacional, Felipe Fernandes de Lima, relatou na súmula os cantos homofóbicos realizados pela torcida do time da casa no fim do segundo tempo. Os torcedores só pararam quando o telão do estádio e o sistema de som solicitaram para que os gritos não fossem entoados.

“Informo que aos 40 e 47 minutos do segundo tempo da partida, por alguns segundos a torcida do fluminense entoou de forma rápida o canto (por duas vezes em cada momento): “arerê gaúcho dá o c* e fala tchê”. O ocorrido foi informado ao delegado da partida (Marcelo Carlos Nascimento Viana) e ao quatro árbitro (Felipe da Silva Gonçalves Paludo).

- Publicidade -

A partida não foi paralisada e nenhuma medida foi tomada pois o telão do estádio e o sistema de som solicitaram que os torcedores parassem com os cânticos homofóbicos.

Dentro de campo, o Fluminense ganhou do Internacional por 1 a 0, com gol de Fred. O jogo deixa a equipe carioca com grandes chances de conseguir uma classificação para a Libertadores da América, enquanto o Colorado vive situação complicada e não depende mais de si mesmo para conquistar a vaga.

O Inter enfrenta o Santos neste domingo (28), às 19h, no Estádio Beira-Rio, em partida válida pela 36° rodada do Campeonato Brasileiro. O Colorado precisa da vitória para seguir com chances de se classificar para a pré-Libertadores.

- Publicidade -

Internacional quer a vaga para a Libertadores

O maior objetivo do Colorado durante a temporada é conquistar uma vaga na Libertadores. O clube foi eliminado de todas as outras competições de forma precoce e ficou apenas com o Brasileirão no calendário, mas mesmo assim corre o risco de não se classificar.

Os dirigentes já iniciaram o processo de reformulação por causa dos resultados apresentados no Campeonato Brasileiro e, segundo o jornalista Jeremias Wernek, o volante Rodrigo Lindoso está mais longe de renovar o contrato com o Inter.

Comentários do Facebook

- Publicidade -

8 técnicos para comandar o Internacional em 2022