Caso de racismo entre Edenilson e Rafael Ramos terá mais um episódio

Há 70 dias, um dos episódios mais tensos da história do Beira-Rio ocorreu. Durante a partida entre Inter e Corinthians, Edenilson acusou Rafael Ramos de ofensas raciais, algo que resultou em uma paralisação de mais de dez minutos na reta final do confronto. Segundo o camisa 8 colorado, o português o chamou de macaco durante uma discussão após uma disputa de bola.

Após o caso passar por diversas fases, à situação atual é de uma nova audiência para concluir o julgamento. O processo ocorrerá na segunda semana de agosto e será o último capítulo para o Ministério Público (MP) decidir se denunciará, ou não, o defensor.

Segundo informações da reportagem do Globo Esporte, duas audiências já foram tentadas pelo Ministério Público, contudo, por conta de compromissos dos atletas, tiveram de ser adiadas para daqui a duas semanas. Desse modo, ambos concordaram com a data do processo, que poderá ocorrer de forma virtual.

Caso entre Edenilson e Ramos terá processo finalizado

Mesmo com a escolha de manter às acusações, Edenilson está disposto a encerrar o caso, assim que o defensor português admitir a ofens, algo que também não deverá ocorrer, já que em mais de uma oportunidade, Rafael Ramos afirmou que o volante colorado se enganou no que ouviu.

Após um choque de informações nas perícias, em que os defensores do lateral concluíram que não foi dito a palavra ”macaco”, e os de Edenilson sim, a audiência em agosto concluirá o processo, que teve andamento da Polícia Civil gaúcha, em defesa do meia colorado.

Por ora, restam às partes aguardarem a chamada para concluir o episódio, que mesmo sem comprovações exatas, chocou a todos.

Comentários do Facebook

- Publicidade -