CBF diz ok e Copa Sul-Minas pode voltar: prêmio milionário para o Inter

O Internacional pode voltar à disputar um campeonato no próximo ano e os valores do torneio agradam muito. A Confederação Brasileira de Futebol (CBF) aprovou a recriação da Copa Sul-Minas, que pode voltar e render um bom dinheiro aos participantes.

Atualmente quem se move nos bastidores para a volta do torneio é o Criciúma, que até já teria assinado sua participação na competição e agora se movimenta para convencer os demais clubes. “A copa tem perspectiva de arrecadar R$ 170 milhões”, disse o presidente do Criciúma, Vilmar Guedes.

Levando em conta os valores divulgados por Guedes e a divisão igualitária do montante, seria pelo menos R$ 14,1 milhões arrecadados para cada time. Porém, se sabe que a divisão deve ser diferente e o campeão pode ter uma parcela maior dos lucros, podendo gerar um bom lucro ao Internacional.

Em relação à aprovação do órgão máximo de futebol do país, Guedes já garantiu a aprovação. “Não haverá esvaziamento dos estaduais. CBF já aprovou. Só vai ter jogos bons”, completou o presidente, em entrevista à Rádio Cidade em Dia, de Criciúma.

Copa Sul-Minas pode trazer benefícios para o Internacional

Além do dinheiro que a competição deve gerar para os competidores, ainda há a expectativa de o vencedor ganhar uma vaga em fases mais avançadas da Copa do Brasil, tendo em vista que isso acontece com o campeão da Copa do Nordeste e da Copa Verde.

A Copa Sul-Minas é uma competição extinta do futebol brasileiro, criada devido ao descontentamento de clubes de Minas Gerais e do Sul do Brasil com as rendas da Copa Centro-Oeste e Copa Sul, respectivamente.

Os clubes mineiros decidiram se juntar aos gaúchos, paranaenses e catarinenses para criar, através da CBF, uma nova competição, a qual teve início no ano de 2000. Cada federação escolhia seus representantes.

Times da nova Copa Sul-Minas:

Comentários do Facebook

- Publicidade -