Conmebol fica em encruzilhada envolvendo Libertadores e Sul-Americana

A direção da Conmebol ainda não definiu a situação das propostas apresentadas pelas concorrências dos direitos de transmissão das competições de clubes entre 2023 e 2026. A decisão deveria ser anunciada até sexta-feira (6), porém foi adiada para os próximos dias.

O motivo desse atraso se deve ao fato de que as propostas para TV aberta foram muito semelhantes. Por conta disso, a direção da Conmebol enviou aos membros de seu conselho os detalhes das propostas apresentadas para os direitos de transmissão.

O grupo é formado pelo presidente da confederação, Alejandro Dominguez, e os presidentes das dez federações filiadas, além dos representantes da Conmebol na Fifa. A cúpula da confederação entendeu que é importante que o conselho tenha conhecimento de todos os detalhes financeiros e técnicos das propostas.

A principal disputa ocorre no contrato da Libertadores para a TV aberta. A Globo e o SBT estão em disputa com ofertas parecidas. As duas emissoras fizeram propostas financeiras semelhantes e se colocaram à disposição para incluir os patrocinadores da Conmebol nas transmissões e a partida da final mesmo se não houver um brasileiro classificado.

Não é possível saber quem vai vencer a disputa e a decisão do conselho terá interferência direta na escolha da emissora que terá os direitos de transmissão da Libertadores em TV aberta.

Disputa pelos direitos da Libertadores e Sul-Americana

Na TV fechada também existe uma disputa forte, porém sem a presença da Globo e do SBT. Os dois pacotes estão sendo disputados pelo Grupo Disney (ESPN e Star+), pela Amazon (Prime Video) e pelo Grupo Paramount (Paramount+). Os dois primeiros são favoritos.

Na Sul-Americana, a disputa segue com SBT e Globo na TV aberta. A Conmebol espera vender todos os pacotes para a competição.

Comentários do Facebook

- Publicidade -