Conmebol quer encher a conta com vendas da Libertadores e Sul-Americana

A Globo conseguiu vencer a disputa com o SBT pelos direitos de transmissão da Copa Libertadores em TV aberta a partir de 2023. A Conmebol vai receber uma boa quantia com o acordo, superando o valor que foi arrecadado em anos anteriores.

A decisão, tomada pelo Conselho da Conmebol em reunião realizada na tarde de quinta-feira (12), definiu os direitos das transmissões da Libertadores e da Sul-Americana. Somente no ciclo da principal competição continental, a Conmebol conseguirá US$ 1,5 bilhão em quatro anos.

Na TV fechada, ESPN e Paramount levaram os dois pacotes que incluem todos os jogos da competição. O site OneFootball ficou com os highlights.

Na Sul-Americana, o SBT ficou com a transmissão dos direitos em TV aberta. A emissora venceu a disputa e a competição voltará a ser transmitida em TV aberta depois de cinco anos. Assim como na Libertadores, a ESPN e a Paramount ficarão com os direitos em TV fechada e o OneFootball com os highlights.

Com a definição, Globo e ESPN têm os direitos de transmitir a grande final da Copa Libertadores, enquanto a Paramount só transmite o VT. A Recopa Sul-Americana será transmitida pela emissora carioca e o canal fechado do Grupo Disney.

Globo e SBT travaram disputa pelos direitos de transmissão

O SBT transmite a Libertadores desde 2020, após a Rede Globo ter rescindido o contrato. Ambos travaram a disputa pelos direitos da competição em TV aberta e são as duas empresas que mais interessam a Conmebol por conta do retorno aos patrocinadores do torneio.

A concorrência dos direitos de transmissão da Libertadores é livre, então uma proposta financeiramente maior não garante a vitória. A Conmebol pode levar outros fatores para a escolha, por esse motivo a Globo e o SBT apareceram como favoritos na disputa.

Comentários do Facebook

- Publicidade -