Copa Conmebol pode virar Sul-Americana: entenda

Sete clubes do futebol sul-americano realizaram uma solicitação para a Conmebol, nesta terça-feira (19), com o objetivo de a Copa Conmebol ser reconhecida como a Sul-Americana. A intenção das equipes é ganhar pontos no ranking da entidade.

A Copa Conmebol foi realizada entre 1992 e 1999, sendo equiparada com a Sul-Americana atualmente. O torneio surgia como um campeonato de segundo escalão no continente, tendo uma importância menor que a da Libertadores.

O documento, que foi entregue ao presidente da Conmebol, Alejandro Domínguez, tem solicitações de clubes da Argentina e do Brasil. Os times que se manifestaram foram: Talleres (campeão da Copa Conmebol em 1999), Santos (1998), Lanús-ARG (1996), Rosario Central-ARG (1995), São Paulo (1994), Botafogo (1993) e Atlético-MG (1992 e 1997).

O principal objetivo desses clubes não é ter uma Copa Sul-Americana entre os troféus, mas sim ganhar posições no ranking da entidade. A lista é atualizada conforme o retrospecto das equipes nos últimos 10 anos, mas também conta com um coeficiente histórico.

A Copa Conmebol seria como a CBF considerar a unificação do Brasileirão, que sofreu diversas alterações ao longo das décadas.

Internacional quer a Sul-Americana pela segunda vez

O Internacional foi o primeiro campeão da Copa Sul-Americana, em 2008, após superar o Estudiantes, da Argentina, na grande decisão. 14 anos depois, o Colorado quer conquistar a competição pela segunda vez em sua história.

O Clube do Povo se classificou recentemente para as quartas de final, após superar o Colo-Colo, do Chile, nas oitavas. O Internacional enfrentará o Melgar, do Peru, e só precisa de mais cinco jogos para levantar o título da competição.

O primeiro jogo entre Inter e Melgar será disputado no dia 4 de agosto, em Arequipa, no Peru. A volta será no Beira-Rio, no dia 11 de agosto.

Comentários do Facebook

- Publicidade -