Portal do colorado
Portal de Noticias do Sport Club Internacional

Coudet voltou atrás na decisão que tomou sobre ficar no Inter

O técnico Eduardo Coudet está em sua segunda passagem pelo Internacional. Na primeira, o comandante argentino passou por diversos momentos conturbados e acabou deixando o clube antes do término do contrato – para fechar com o Celta de Vigo. Desta forma, ele voltou atrás na decisão que havia tomado sobre permanecer no Colorado.

“Talvez a verdade não seja tão real como falaram. Saí daqui sem ter fechado. Não estava fechado com o Celta. Tomei uma decisão porque não cumpriram com algo que combinaram com o grupo. O grupo é o mais importante. Passei por dois clubes que não pude completar o contrato, mas sigo falando com gente de lá e agora estou aqui novamente. Talvez tenha tido a má sorte de cruzar com a mesma pessoa nos dois clubes”, disse Eduardo Coudet.

O treinador voltou ao Internacional quase três anos depois da saída repentina para o Celta de Vigo, da Espanha, em novembro de 2020. O comandante está em sua segunda chance no Colorado e segue focado nos objetivos. Durante sua apresentação, o treinador falou sobre os motivos que o trouxeram de volta para Porto Alegre.

“Temos de olhar para frente. Temos de cumprir o que falamos. Falei que estava em dívida e aqui estou. Sou uma pessoa de bem, que tem palavra. Tenho minha maneira de ser. Não gosto de que falar coisas que não sou”, salientou o técnico do Internacional.

Coudet falou sobre a promessa de reforços no Inter

Durante a entrevista coletiva de apresentação, o técnico Eduardo Coudet ainda falou sobre a cobrança por reforços na primeira passagem pelo Internacional. No entanto, ele minimizou a questão no atual contrato e, de acordo com ele, não foi feito nenhum tipo de promessa.

“Não teve nenhuma promessa [de reforços]. Eu decidi vir quando o presidente falou que viria na minha casa. Mandei uma mensagem para o Mano, para falar sobre o que estava acontecendo. Ele me respondeu com respeito. Agradeço isso. Parecia que havia uma briga, mas não. Não temos promessas”, afirmou o treinador.