Do Beira-Rio ao Rio de Janeiro: o que disse Cuesta na chegada ao Botafogo

Na terça (12), último dia da janela de transferências, Cuesta deixou o Beira-Rio rumo ao Rio de Janeiro. O zagueiro foi anunciado como reforço do novo bilionário Botafogo. Na chegada ao novo clube, o jogador falou o porquê escolheu o Alvinegro carioca e sobre o seu estilo de jogo.

“Quando o convite chegou, nem tive dúvida. Me falaram sobre o projeto, e gostei muito da ideia. Espero poder retribuir dentro de campo toda essa força que o Botafogo me deu. É um momento de reconstrução. Contamos com o apoio e a paciência da torcida para que a gente possa desenvolver esse projeto da melhor maneira”, declarou.

Sem clima para continuar no Colorado, o argentino vinha sendo muito criticado pela torcida. As atuações do defensor, que já foi considerado um dos melhores do país na posição, não estavam de acordo com o que já foi apresentado por ele, um zagueiro técnico, de construção.

“Eu gosto de construir o jogo. Obviamente que, sendo zagueiro, primeiro tenho de defender, mas gosto de ter a bola e achar passes entre linhas. Espero ajudar o time e esse grande clube”, finalizou.

Victor Cuesta pode retornar ao Beira-Rio ao fim do empréstimo

O zagueiro de 33 anos tem contrato com o Internacional até o final de 2023. Na negociação com o Glorioso, não foi informado se o clube tem cláusula de compra estipulada em contrato.

Portanto, ele pode retornar ao final do vínculo. Em General Severiano, o defensor ficará até o fim desta temporada, com o time arcando com 100% dos ganhos mensais do atleta.

Em pouco mais de cinco anos no Clube do Povo, o argentino fez 270 jogos e marcou 10 gols.

Comentários do Facebook

- Publicidade -