7 curiosidades sobre Valdomiro

Um dos maiores ídolos da história do Internacional, Valdomiro Vaz Franco é uma verdadeira lenda. Ponta-direita, rápido, dedicado, tático e com uma batida magistral na bola, o jogador foi o que mais vestiu a camisa colorada. Com 13 anos de Beira-Rio, o que não faltam são feitos a serem relembrados.

Valdomiro historia Inter

As sete curiosidades da carreira de Valdomiro:

  1. Indicado ao Inter por Tesourinha: de ídolo para ídolo! Quem recomendou o jovem Valdomiro ao Clube do Povo, em 1968, foi Tesourinha, craque do clube da década de 1940.
  2. Ponta moderno: o que se entende hoje por um extrema moderno, rápido, de boa finalização, cruzamento e dedicação sem bola, era executado pelo “bruxo da camisa 7”.
  3. Ajudou a seleção em 1974: na Copa do Mundo de 1974, na Alemanha Ocidental, o ponta fez um dos gols da vitória da seleção na vitória sobre o Zaire, por 3 a 0, que evitou a eliminação na fase de grupos.
  4. Passe de gol histórico: foi dos pés dele que o gol de Figueroa saiu, na final do Campeonato Brasileiro de 1975, contra o Cruzeiro de Jairzinho; ele sofreu a falta e cobrou na cabeça do zagueiro chileno, que fez 1 a 0 e garantiu a taça.
  5. Homem GreNal: essa alcunha veio pelos desempenhos do jogador nos clássicos contra o Grêmio; foram 54 partidas, sendo 19 vitórias, 24 empates e somente 11 derrotas, além de ter marcado 10 gols.
  6. Jogador que mais vestiu a camisa vermelha: o atacante foi quem mais entrou em campo vestindo a camisa colorada na história, foram 803 jogos, o que é incomum para quem joga no ataque.
  7. 13 títulos importantes pelo Inter: foram 10 Campeonatos Gaúchos, sendo oito deles de maneira consecutiva (entre 1969 e 1976), e três Campeonatos Brasileiros, em 1975, 1976 e 1979.

Comentários do Facebook

- Publicidade -