D’Alessandro é vacinado contra a Covid-19, Inter ainda terá que aguardar

0

A Conmebol recebeu 50 mil doses da vacina CoronaVac, do laboratório Sinovac Biotech e D’alessandro foi vacinado nesta sexta-feira (7). O ídolo colorado recebeu a dose na manhã de hoje, na sede da Associação Uruguaia de Futebol (AUF). Antes do craque, outros jogadores já haviam recebido a primeira dose contra a Covid-19.

Os jogadores do Atlético-GO foram vacinados essa semana, no Paraguai. O time viajou para jogar contra o Libertad-PAR, pela Copa Sul-Americana e então aproveitaram a visita para receber a imunização. Os elencos do Lanús e do River Plate-URU também receberam doses.

A CBF ainda espera uma determinação do Ministério da Saúde, para saber se poderá receber as doses no Brasil ou não. Afinal, a determinação é que se as vacinas entrarem no país, logo serão confiscadas. A resposta ainda pode demorar semanas para acontecer.

D’Alessandro foi beneficiado por jogar em outro país

Atualmente no Nacional, do Uruguai, D’Alessandro acabou sendo beneficiado por atuar em outro país. A Conmebol irá repartir as 50 mil doses de maneira igualitária, cada confederação do continente ficará com 5 mil unidades.

O Internacional, por ser um participante da Libertadores, terá direito a no máximo 70 pessoas vacinadas, sendo que deste grupo, ao menos 50 devem ser jogadores inscritos no torneio. O restante são membros da comissão técnica e funcionários do clube.

O Inter irá ao Paraguai visitar o Olimpia nas próximas semanas, é possível que a delegação receba suas doses durante a viagem.

Além disso, 35 pessoas que fazem parte da delegação das Gurias Coloradas terão direito a vacinação, sendo 25 jogadores e 10 funcionárias do clube. Mas, sem jogos fora do país, a tendência é que ainda demore para que as doses possam ser aplicadas nelas.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.