D’Alessandro fica em campo quase 90 minutos e mostra que ainda tem gás

D’Alessandro ficou em campo por 85 minutos contra o São Luiz, e mostrou que os seus 40 anos não são um impeditivo. O argentino foi titular pela primeira vez em seu retorno em jogo disputado na noite desta quarta-feira (2). Como se acostumou a ver o torcedor colorado, as principais características do ídolo estiveram presentes na atuação dele.

O camisa 10 foi o mesmo de sempre. Organizou o time, como um meia clássico que é, se movimentou, buscou os companheiros em campo, e, claro, levou cartão amarelo por reclamação. Ao ser substituído, foi aplaudido, mesmo a partida sendo fora de casa, pelos torcedores e pelos adversários.

Mesmo veterano, ‘Cabezón’ não se negou a viajar para Ijuí, que fica a uma longa distância de Porto Alegre, e jogar por quase 90 minutos. Demonstrando o comprometimento de sempre com a camisa vermelha, atuou com a qualidade de sempre, com lançamentos e passes precisos.

Foi o segundo jogo de D’Alessandro no retorno ao Inter

Suspenso, ele ficou do lado de fora da primeira partida do Colorado no ano, mas acompanhou o grupo na viagem à Caxias, para enfrentar o Juventude. A expectativa da estreia do meia ficou guardada para a segunda rodada do Campeonato Gaúcho.

Contra o União Frederiquense, o argentino começou no banco de reservas e entrou aos 30 minutos do segundo tempo. A substituição foi repleta de simbolismo. Quem saiu foi Taison, passando a braçadeira de capitão e dando um beijo no amigo.

Aos 38 minutos, D’Ale cobrou falta no canto direito baixo do goleiro e levou o Beira-Rio ao delírio com o 2 a 0. Foi o primeiro gol do craque em estreias pelo Clube do Povo.

Comentários do Facebook

- Publicidade -