Daronco finalmente revela motivo de queda na Libertadores

O árbitro Anderson Daronco explicou situação vivida durante partida entre Barcelona de Guayaquil e Montevideo City Torque, válida pela primeira fase da Copa Libertadores da América. O juiz teve a oportunidade de falar sobre o assunto em entrevista no Assado do Duda Garbi.

Na ocasião, Daronco estava correndo aos 25 minutos do segundo tempo e tinha tropeçado em um lance que antecedeu um tiro de meta. O árbitro teve que pedir para que a partida fosse paralisada, permitindo uma recuperação.

“Eu estava correndo numa situação de contra-ataque e já era 30 e poucos do segundo tempo, imagina carregar esse carcaça aqui. Estava indo em alta velocidade, e aí um cara cruza por trás de mim e da só um taquinho”, salientou o juiz.

Daronco aliviou a situação e explicou que sentir o físico era inevitável naquele momento. Após o tropeço, ele acabou sentindo dores e teve que se esforçar para continuar em pé.

“Tu imagina 100 quilos, depois que tira o equilíbrio… quando tu vê que vai cair as coisas começam a acontecer em câmera lenta. Eu tentei fazer todo o esforço do mundo para me manter em pé”, comentou o árbitro.

Apesar do problema, Daronco continuou apitando a partida e não precisou ser substituído por Edina Alves, que era a quarta arbitra do jogo.

Daronco reclamou do salário pago aos árbitros

O árbitro Anderson Daronco reclamou do valor pago para apitar um jogo de futebol. O juiz falou sobre o assunto ainda na entrevista ao programa Assado do Duda Garbi, no Youtube, e destacou a diferença da quantia que é paga aos jogadores.

“Se for dentro do contexto do futebol, tá ruim. Tu vai apitar um jogo que vale R$ 80 milhões para o campeão e ganha aqui…”, comentou Daronco.

Comentários do Facebook

- Publicidade -