Derrotado nas eleições do Inter estuda entrar na Justiça

Depois da grande repercussão na última quarta-feira (11) a respeito das suspeitas de fraude na última eleição do Inter, a novidade é que José Aquino estuda refutar o resultado do processo na justiça. Segundo o próprio advogado da chapa, as evidências apontam irregularidades.

Leonardo Aquino foi questionado sobre a situação e falou que apesar de adotar cautela, a impugnação do processo não é descartada: “Vamos levar em consideração o momento atual, a disputa dos campeonatos, mas não há dúvidas que houve fraude”, afirmou o advogado.

Inter deverá acionar o Conselheiro Deliberativo

O primeiro passo deverá ser por métodos administrativos através do Conselho Deliberativo. O presidente Sérgio Juchem será acionado para decidir a respeito das denúncias. Caso Junchem negue a ação, os derrotados seguirão nas tentativas da impugnação.

Aquino afirmou nas respostas que desde o término das eleições, a chapa já estranhava a forma em que se deu o processo. Com isso, procuram o Conselheiro desde então: “Sempre que tentamos acionar o Conselheiro Deliberativo, nunca fomos atendidos. Por isso, acionamos a justiça, que terminou em perícia, a comprovação das fraudes”, completou Aquino.

Por ora, resta esperar os próximos episódios de uma novela, na qual o clube não necessitava passar no momento.

Comentários do Facebook

- Publicidade -