Portal do colorado
Portal de Noticias do Sport Club Internacional

Dirigente acaba de insinuar que novo reforço do Inter é mentiroso

Um dirigente acabou de insinuar publicamente que o mais novo reforço do Inter é mentiroso, surpreendendo todos os torcedores das equipes envolvidas. A janela de transferências segue aberta e isso não é novidade para ninguém, tendo em vista que o time gaúcho acabou fechando mais algumas movimentações nos últimos dias, para alegria dos seus adeptos.

Um dos negócios fechados pelo Colorado, no entanto, vem gerando certa polêmica. Nos últimos dias, o Clube do Povo entrou na disputa pela contratação de Bruno Gomes, do Coritiba. O problema é que o jogador estava com quase tudo certo para defender o Fortaleza, mas, no final das contas, preferiu vir vestir a camisa vermelha, o que irritou bastante um dirigente tricolor.

Dirigente reclama de reforço do Inter

Depois de todas essas movimentações acontecerem e o meio-campista ser anunciado pelo Inter, o CEO da SAF do Fortaleza, Marcelo Paz, deu entrevista coletiva e falou sobre o assunto. Em determinado momento, insinuou que o reforço colorado teria enganado o time nordestino.

“A gente está vivendo um mercado no futebol brasileiro prostituído. Um mercado em que a palavra não vale mais para algumas pessoas e isso a gente tem visto em algumas das operações que a gente tentou no Fortaleza (…) Bruno Gomes e Felipinho estavam apalavrados com o Fortaleza”, começou ele, antes de continuar suas alegações:

“Discutiram salário, contrato, comissão, tudo, através dos empresários. Deram a palavra. Aqui (no Fortaleza), a palavra é honrada. ‘Ah, o Fortaleza foi enganado?’ Foi enganado. Mas eu prefiro ser o enganado que o enganador. Os jogadores deram a palavra e depois mudaram o destino”, disse.

Segundo ele, ambos os jogadores, incluindo o do Inter, teriam apalavrado a ida para o time, mas não foram. “Deram a palavra e não quiseram o Fortaleza porque apareceu algo melhor. Aí, gente, com todo respeito, eu não vou tomar medidas irresponsáveis. Irresponsabilidade quebra clube de futebol”, completou.