Dirigente do Inter só pode estar de brincadeira

O vice de futebol do Inter, Emílio Papaléo, colocou a culpa da derrota colorada na arbitragem. No entanto, essa é uma afirmação equivocada, pois o juiz errou para ambos os lados.

Em suma, a reclamação de Papaléo é em relação a um pênalti não marcado em Edenilson. Além disso, ele afirma que não foi pênalti para o Grêmio e que Paulo Victor não deveria ter sido expulso.

No pênalti sobre o Edenilson existe razão. Mas, a entrada de Bruno Méndez era para a expulsão, mas o juiz não deu vermelho. Ou seja, a atuação do juiz não prejudicou só o Internacional.

Então, colocar a culpa no juiz pela goleada sofrida em casa para o Grêmio, é um equívoco. O Inter teve uma atuação do mesmo nível que vinha tendo contra os times do interior. Mas, o Grêmio é melhor que esses times, por isso goleou o colorado.

A direção colorada achou que estava tudo certo após a vitória no GreNal 435. Mas, no jogo seguinte, já havíamos visto o time voltar ao normal, que é jogar um futebol que não corresponde a grandeza colorada.

Mesmo com essa goleada, a direção irá segurar Medina para o GreNal 437. Por isso, só nos resta torcer que um vexame ainda maior não aconteça.

Comentários do Facebook

- Publicidade -