Dois motivos dificultam o negócio entre Inter e Sidnei

- Publicidade -

- Publicidade -

O zagueiro Sidnei foi liberado do Real Betis e está livre no mercado. Durante a temporada, o jogador de 32 anos já foi alvo do Internacional. O defensor tem interesse de retornar ao Brasil, mas o salário é um impasse. O Inter também já tem vários zagueiros no elenco e por isso a adição de mais um atleta pode não ser tão viável.

O defensor não deve receber menos que R$ 600 mil, ou seja, os valores estão acima do teto salarial do Colorado. O clube economiza pois enfrenta crise financeira. Prioridade no mercado é apostar em jogadores jovens que venham de graça e tenham um baixo salário.

- Publicidade -

Outro fator que dificulta a negociação é o fato de que o Internacional já tem vários zagueiros no elenco (Victor Cuesta, Bruno Méndez, Lucas Ribeiro, Gabriel Mercado, Rodrigo Moledo, Kaique Rocha e Zé Gabriel). A contratação de mais um jogador da posição traria mais gastos para o Colorado e deixaria diversos atletas sem tempo de jogo. No momento, a dupla de zaga é composta por Cuesta e Méndez e os dois estão vivendo um bom momento.

A carreira de Sidnei

Sidnei foi revelado pelo Internacional em janeiro de 2007 e permaneceu até julho de 2008. Pelo clube, venceu a Recopa Sulamericana e foi vendido ao Benfica por 7 milhões de euros. Desde a transferência, o atleta permaneceu no futebol europeu por mais de treze anos.

- Publicidade -

Antes de chegar ao Real Betis em 2018, passou por Besiktas, Espanyol e Deportivo. O atleta sempre jogou em alto nível, mas nas últimas temporadas apresentou uma queda no rendimento.

Em 2020/21, Sidnei disputou apenas 15 jogos (11 pela La Liga e quatro pela Copa do Rei). O jogador perdeu espaço no elenco e ficou a maior parte do tempo no banco de reservas.

Comentários do Facebook

- Publicidade -

8 técnicos para comandar o Internacional em 2022