Dourado respondeu sobre críticas e vaias no Beira-Rio

Rodrigo Dourado foi o grande destaque da goleada colorada sobre o 9 de Octubre que garantiu o Inter na próxima fase da Sul-Americana. Ele marcou 3, dos 5 gols do Inter na partida e foi ovacionado pela torcida ao ser substituido por Gabriel na segunda etapa. Um ambiente bem diferente do que ele, Dourado, vinha recebendo no Beira-Rio. Constantes eram as vaias à ele, em momentos de derrota dos quais ele nem em campo estava. Na entrevista coletiva após o jogo, o volante falou sobre o assunto.

“Eu entendo o que passa na cabeça do torcedor para que as vaias apareçam. Mesmo jogando ou não jogando sempre trabalhei forte. A nova comissão que chegou com o Mano me deu confiança, me botou pra jogar. Estou muito feliz por esta noite abençoada. Pela classificação que é mais importante. Agora é seguir em frente e se deus quiser com a torcida do meu lado”, brincou o volante.

Ele também falou sobre o apoio que recebeu nos momentos mais complicados que viveu ao longo dos últimos meses.

“Pra mim, a família me ajudou muito. Nosso grupo é muito bom. Muitos amigos aqui dentro. Fiquei em silêncio, trabalhei. Larguei redes sociais, larguei tudo que poderia me afetar. Trabalhei esperando minha chance. Não fiquei fora de nenhum jogo no banco. Mesmo quando não estava jogando. Com a chegada do Mano a gente conseguiu bons resultados e eu fico feliz com isso.” Destacou.

Por fim, o volante falou sobre o desejo de atuar em um Beira-Rio com um ambiente mais positivo para o lado dele. Como teve, após a goleada sobre a equipe equatoriana, com três gols.

“Espero que o torcedor esteja, não só do meu lado, mas do lado da equipe. O que é mais importante. Esperamos que com a vitória, ele esteja cada vez mais do nosso lado”, disse Dourado.

Comentários do Facebook

- Publicidade -