Edenílson deve ficar fora da próxima convocação da Seleção Brasileira

- Publicidade -

- Publicidade -

A Seleção Brasileira vai jogar mais duas partidas pelas Eliminatórias na metade de dezembro e os jogadores que atuam no Brasil devem ser poupados para nenhum clube ser prejudicado na reta final do Brasileirão. A pauta está em debate entre a Confederação Brasileira de Futebol e a comissão técnica de Tite.

Apesar de o assunto ainda estar em discussão, a CBF já sinalizou para os clubes e deu a entender que os atletas que atuam no Brasil não serão convocados. A conversa da diretoria com o Tite previa que os jogadores não seriam chamados caso a seleção estivesse bem posicionada na tabela.

- Publicidade -

No momento, o Brasil é o líder isolado das Eliminatórias Sul-Americanas, com 31 pontos conquistados em 11 jogos (10 vitórias e um empate), e a classificação para a Copa do Mundo de 2022 já está praticamente garantida.

Os próximos jogos do Brasil serão realizados contra a Colômbia, no dia 11/11, e contra a Argentina, no dia 16/11. Essas serão as duas últimas partidas antes do fim da temporada no calendário brasileiro.

A CBF não quer prejudicar os clubes brasileiros novamente, pois na última convocação os jogos das equipes que tiveram atletas convocados não foram adiados (havia uma promessa de que a data dos jogos seriam alteradas, mas não havia espaço no calendário). O meia Edenílson, do Internacional, foi um desses jogadores que teve que desfalcar o time por três partidas.

- Publicidade -

Com Edenílson, Inter vai jogar com força máxima no Brasileirão

Com a decisão da CBF praticamente decidida, Edenílson não deve mais desfalcar o Colorado nas próximas rodadas do Campeonato Brasileiro e o clube vai ter força máxima para a reta final da competição.

A próxima partida do Internacional é contra o Bragantino, nesta quinta-feira (21), às 20h, no Estádio Beira-Rio, em jogo válido pela 19° rodada do Campeonato Brasileiro (confronto foi adiado por causa da primeira convocação de Edenílson).

Comentários do Facebook

- Publicidade -

8 técnicos para comandar o Internacional em 2022