Portal do colorado
Portal de Noticias do Sport Club Internacional

Eduardo Gabardo bate o martelo e revela se o Inter vai ser punido por confusão na Libertadores

A Conmebol vai analisar os ocorridos no Estádio Beira-Rio durante a partida entre Internacional e Bolívar, pela volta das quartas de final da Copa Libertadores. O confronto teve que ser interrompido por sete minutos devido uma confusão do lado de fora do estádio. Os incidentes envolveram torcedores colorados e a Brigada Militar.

O gás utilizado pela BM na Avenida Padre Cacique chegou ao gramado e prejudicou o andamento do jogo. Segundo informação do jornalista Eduardo Gabardo, o ocorrido será colocado no relatório do jogo. Desta forma, o Internacional corre o risco de ser punido pela confusão.

Para saber a postura que será tomada pela Conmebol, é preciso olhar como o Tribunal de Disciplina está tratando os casos na Copa Libertadores. O Olimpia, por exemplo, foi multado em US$ 180 mil (R$ 876 mil) por uso de sinalizadores de torcedores dentro do estádio, falta de segurança e arremesso de objetos em direção ao gramado.

O Fluminense, por sua vez, foi denunciado pelos incidentes no Maracanã contra o Argentinos Juniors. A partida foi marcada por várias confusões envolvendo os torcedores adversários e a Polícia Militar, inclusive com uso de bombas de gás. O código disciplinar da entidade prevê que a equipe mandante é responsável pela segurança do estádio. No entanto, o time carioca ainda não foi julgado.

Qual será a punição do Internacional?

O caso do Beira-Rio não é considerado tão grave e a tendência é de que o Internacional não sofra uma punição relevante. A situação do Clube do Povo ainda será avaliada e a tendência é de abertura de um Expediente Disciplinar, com chance de multa para o Colorado.

O artigo 12 do Código Disciplinar da Conmebol (Ordem e Segurança das Partidas) informa que “as associações membros e os clubes que jogarem em casa deverão garantir a ordem nos estádios e seus arredores, bem como a correta organização das partidas”.