Ex-dirigente do Inter costumava buscar os reforços no aeroporto

Antigo dirigente do Internacional, Newton Drummond falou sobre como funcionavam suas funções no clube. O profissional declarou que era responsabilizado por buscar as novas contratações no aeroporto para levar ao clube com o objetivo de assinar o contrato.

“Com Pato Abbondanzieri (ex-Boca Juniors), D’Alessandro, Tinga quando voltou, todos os jogadores que chegavam ao Inter, eu era responsável por fazer a recepção no aeroporto, buscar e levar ao clube para assinar contrato e coisas do gênero. Normalmente fazia isso no meu carro”, declarou Drummond, em entrevista ao Uol Esporte.

O antigo dirigente revelou detalhes sobre as situações que vivia pelo Internacional. Segundo ele, era preciso tomar cuidado para não atropelar ninguém quando os torcedores realizavam a recepção de algum atleta.

“A torcida sempre respeitou, nunca houve nenhum dano maior. Eles batiam no vidro, cantavam as músicas da torcida homenageando os jogadores que chegavam, mas nunca teve prejuízo ao meu patrimônio. Eu tinha que ter o cuidado de não atropelar ninguém”, brincou o ex-dirigente.

Newton Drummond também tinha que se preocupar com outras funções durante a recepção aos novos reforços, já que era encarregado de lidar com a situação sozinho.

“E ainda tinha a questão das malas dos jogadores. Quando eles chegavam, sempre carregavam ao menos duas malas e eu tinha que rapidamente pegar e passar para alguém de confiança para que não acontecesse de sumir alguma bagagem”, salientou Drummond.

A passagem de Drummond pelo Inter

Newton Drummond foi executivo de futebol do Internacional entre 2002 e 2011. O dirigente foi um dos mais vitoriosos da história do clube, já que conquistou sete estaduais, duas Libertadores, um Mundial de Clubes, uma Sul-Americana e duas Recopas Sul-Americanas.

O dirigente viveu altos e baixos pelo Colorado durante a passagem, mas conseguiu se dar bem no geral, já que o clube empilhou títulos a partir de 2006.

Comentários do Facebook

- Publicidade -