Faltou adrenalina? Ex-Inter anuncia fim da carreira e pendura as chuteiras

- Publicidade -

- Publicidade -

Ex-Inter, o meia-atacante Ignacio Scocco anunciou o fim da carreira profissional aos 36 anos. Por meio de nota oficial, o argentino agradeceu aos clubes em que jogou e aos atletas que estiveram ao seu lado em campo. Ele deixou o Colorado em 2014 de forma polêmica, alegando ‘falta de adrenalina’.

Scocco estava no Newell’s Old Boys, da Argentina, clube que o revelou, e tinha contrato até o dia 31 de dezembro. Convivendo com lesões nos últimos dois anos, o agora ex-jogador decidiu encerrar a carreira.

Em sua carreira, jogou pelo Pumas-MEX, Toluca-MEX, AEK-GRE, Al Ain-EAU, Internacional e Sunderland-ING. Também defendeu a seleção da Argentina no futebol de base.

- Publicidade -

A passagem mais destacada de Scocco no futebol foi com a camisa do River Plate, entre 2017 e 2020. Por lá, ele conquistou Libertadores, Supercopa da Argentina e duas Copas da Argentina.

Faltou adrenalina ao ex-Inter?

Ignacio Scocco foi contratado pelo Internacional em 2013 por 6,5 milhões de dólares. O jogador havia se destacado na Libertadores, atuando com a camisa do Newell’s, e chegou com status de grande reforço.

- Publicidade -

Com pouco tempo de clube, o argentino reclamou do futebol brasileiro com jogadores do elenco colorado. Depois, deu entrevistas declarando o seu desejo de voltar a vestir a camisa dos Leprosos.

“Ele disse que não sentia adrenalina em jogar no Brasil. Em outras palavras, não estava com vontade. E o Internacional não pode ter no grupo jogadores com este espírito”, afirmou o diretor de futebol do Inter na época, Roberto Melo.

Com a camisa vermelha, Scocco fez apenas 20 jogos e marcou 4 gols. O atacante foi vendido ao Sunderland, da Inglaterra, por 6 milhões de dólares (cerca de R$ 14 milhões à época).

Comentários do Facebook

- Publicidade -