Portal do colorado
Portal de Noticias do Sport Club Internacional

Fenômeno chegou em Porto Alegre e passou pelo CT Parque Gigante

Um verdadeiro fenômeno climático acabou chegando em Porto Alegre recentemente e também passou pelo Centro de Treinamentos Parque Gigante, preocupando os torcedores colorados. O clima no mundo anda cada vez mais instável e as consequências já estão aparecendo na capital do Rio Grande do Sul, como foi visto nesse primeiro mês do ano.

As chuvas vem sendo um certo problema na capital gaúcha nos últimos tempos, com janeiro sendo um mês complicado neste sentido. Isso acabou sendo confirmado até mesmo com dados históricos, que mostram a complicação da situação da cidade neste momento, o que também acaba influenciando até mesmo nas atividades do Sport Club Internacional.

De acordo com dados da estação convencional do Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet) instalada no bairro Jardim Botânico, esse foi o segundo janeiro mais chuvoso no século 21. Ao todo foram registrados 226,6mm de chuva entre o dia primeiro do mês até a tarde da última quarta-feira, dia 31, algo que só foi ‘superado’ pelo mesmo mês em 2001.

Para ilustrar como a situação ficou complicada, vale ressaltar que o período foi quatro vezes mais chuvoso na comparação com o mesmo mês de 2023. Além disso, o último mês acabou registrando 87,7% acima da média histórica para janeiro, que é de 120,7mm. Toda essa situação acabou gerando algumas complicações para o Inter no Parque Gigante.

Fenômeno climático também passou no Parque Gigante

O Centro de Treinamentos Parque Gigante também foi bastante atingido pelo fenômeno da chuva. Poucos meses atrás, inclusive, os campos anexos ao Beira-Rio e parte do estacionamento do estádio foram inutilizados por um período por conta dos alagamentos. Com isso, ilustra como a chuva pode influenciar também no dia a dia do Clube do Povo.

Confira os anos com janeiros de maior volume de chuvas, segundo o Inmet:

  • 1940: 275,1mm
  • 1946: 265,3mm
  • 1956: 261,0mm
  • 1954: 242,4mm
  • 2001: 237,7mm
  • 1947: 231,6mm
  • 2024: 226,3mm