Ferreira e Diego Souza devem jogar o GreNal 436

O Grêmio iniciou o período de concentração para o clássico contra o Internacional e alguns nomes apareceram de forma inesperada na pré-lista de relacionados. Ferreira e Diego Souza são dois dos jogadores que estavam no departamento médico e podem atuar na próxima partida.

Esses dois atletas são esperados entre os titulares no time de Roger Machado para o GreNal 436. Ambos são destaques no Grêmio em 2022 e assumirão as vagas que deixaram antes do acontecimento das lesões.

Outras duas surpresas na lista de relacionados foram Edilson e Churín. O primeiro não foi inscrito dentro do tempo e não pode atuar pelo Gauchão, enquanto o segundo estava afastado e retorna para o próximo clássico.

Dessa forma, o Tricolor finalizou a preparação e começou a concentração para a partida contra o Internacional. A partida será disputada no próximo sábado (19), às 16h30, no Estádio Beira-Rio, pelo jogo de ida das semifinais do Campeonato Gaúcho.

A provável escalação do Grêmio para o GreNal 436 conta com: Brenno; Rodrigues, Geromel, Bruno Alves e Nicolas; Villasanti, Lucas Silva e Bitello; Campaz (Janderson ou Gabriel Silva), Diego Souza e Ferreira. Treinador: Roger Machado.

A lista de relacionados do Grêmio:

  • Goleiros: Brenno e Gabriel Grando
  • Zagueiros: Bruno Alves, Pedro Geromel, Gustavo Marins, Rodrigues e Heitor
  • Laterais: Orejuela, Nicolas, Diogo Barbosa e Edilson*
  • Volantes: Bitello, Lucas Silva, Thiago Santos e Villasanti
  • Meias: Martín Benítez, Campaz e Gabriel Silva
  • Atacantes: Diego Souza, Ferreira, Elias, Churín, Janderson e Rildo

GreNal 436: Internacional quer superar o Grêmio

O Internacional quer dar continuidade ao bom momento contra o Grêmio. São quatro jogos de invencibilidade no período e o time de Cacique Medina quer manter uma atuação parecida com a do GreNal 435.

A provável escalação do Inter para a partida tem: Daniel; Fabricio Bustos, Kaique Rocha, Victor Cuesta, Paulo Victor; Gabriel e Liziero; Edenilson, Taison e Mauricio; David. Treinador: Alexander Medina.

Comentários do Facebook

- Publicidade -