Portal do colorado
Portal de Noticias do Sport Club Internacional

Ficamos sem palavras com a atitude de Leila Pereira para ajudar os gaúchos

A presidente do Palmeiras, Leila Pereira, entendeu a gravidade da situação que está acontecendo no Rio Grande do Sul e tomou atitude louvável para ajudar os gaúchos. Com patrimônio bilionário, a empresário disponibilizou o seu avião pessoal para levar suprimentos e doações aos necessitados em decorrência das enchentes no estado.

Dona de um avião, ela disponibilizará a aeronave para transportar doações de São Paulo até a base aérea de Canoas, já que o aeroporto Salgado Filho segue interditado. O primeiro carregamento está programado para sair de São Paulo no próximo sábado (11), com 2,5 toneladas de alimentos e produtos de necessidades básicas.

Além de ceder o avião, Leila Pereira determinou que toda a renda da próxima partida do Palmeiras será destinado ao Rio Grande do Sul. O Alviverde destinará às vítimas do desastre ambiental toda a renda líquida do jogo contra o Athletico-PR, às 16h (de Brasília) do próximo domingo (12).

“Estamos todos devastados com a tragédia que acomete o Rio Grande do Sul e faremos tudo o que estiver ao nosso alcance para contribuir com o povo gaúcho neste momento tão difícil”, disse a presidente do Palmeiras. O Palmeiras também emitiu nota disponibilizando a sua estrutura para que os clubes gaúchos possam usar até que as enchentes passem.

Alessandro Barcellos finalmente quebrou o silêncio

O Presidente do Internacional, Alessandro Barcellos, finalmente se pronunciou sobre o caos que está acontecendo no Rio Grande do Sul. Em entrevista aos canais SporTV, o dirigente Colorado agradeceu a ajuda dos outros clubes do Brasil, que estão cedendo as suas estruturas para treinamentos, mas afirmou que não é momento de pensar em futebol.

Em entrevista, o presidente negou deixar o estado nesse momento. Barcellos afirmou que não é certo abandonar o povo gaúcho. “Nós não vamos abandonar nosso povo nesse momento. Não vamos sair e deixar as pessoas aqui sofrendo. Isso é fundamental nesse momento. Fica o pedido de compreensão por uma solução que pense nas milhões de pessoas atingidas por essa tragédia”, disse o Barcellos.