Fifa bate o martelo em favor do Inter e colorado vibra

A Fifa acaba de ter uma decisão importante, que afeta diretamente o Inter, seus jogadores e seus desejos para a próxima janela. A regra temporária que facilitava as transferências de jogadores afetados pela guerra na Ucrânia foi estendida.

Com a nova definição da Fifa, jogadores que são ligados às federações dos países envolvidos na guerra, Rússia e Ucrânia, poderão ampliar os seus vínculos com outros clubes até o meio do próximo ano, que seria final da temporada europeia, caso não tenham acordo com os clubes dos países citados.

Isso afeta o Internacional com o zagueiro Vitão. O jogador está emprestado pelo Shakhtar Donetsk, da Ucrânia, ao clube gaúcho e dependia dessa definição para saber se teria que deixar o Colorado no meio do ano. Porém, ao que tudo indica, poderá ficar por mais um ano, ou pelo menos até o final desta temporada.

Inter pode ter reforço com determinação da Fifa

Hoje uma das maiores saudades recentes da torcida do Internacional pode ter sua situação mudada pelas definições da federação máxima do futebol. Yuri Alberto tem contrato com o Zenit, da Rússia, e, segundo a definição da Fifa, pode acertar com outro clube até o meio do próximo ano.

Isso encaixaria com a recente necessidade do Inter em contar com um centroavante, lugar que não foi completamente ocupado desde a saída do jogador para o time russo, no começo da temporada. Confira parte da determinação da Fifa:

“Os clubes afiliados à Associação Ucraniana de Futebol (UAF) ou à União de Futebol da Rússia (FUR) que não chegarem a um acordo mútuo com seus respectivos jogadores e treinadores estrangeiros até 30 de junho 2022, salvo acordo escrito em contrário, estes jogadores e treinadores terão o direito de suspender os seus contratos de trabalho com os seus clubes até 30 de junho de 2023”.

Comentários do Facebook

- Publicidade -