Portal do colorado
Portal de Noticias do Sport Club Internacional

FIFA confirmou hoje: Grêmio não tem Mundial

A Fifa, entidade máxima do futebol, publicou uma nota para falar sobre a disputa do Mundial de Clubes em 2023. A organização questionou quem será o próximo vencedor e mostrou todos os vencedores da competição. O Grêmio, por sua vez, não apareceu na lista, enquanto o Internacional figurou entre os brasileiros.

De acordo com a Fifa, os mundiais começaram a ser considerados a partir de 2005 – ano em que a entidade passou a organizar a competição. Além disso, o torneio de 2000, vencido pelo Corinthians, também foi considerado. Desta forma, o Grêmio não é considerado um dos vencedores, já que levantou a taça intercontinental em 1983.

A situação gera revolta dos gremistas, já que eles acreditam que a Copa Toyota de 1983 trata-se de um Mundial de Clubes. No entanto, a Fifa bateu o martelo e decreta que a competição não pode ser levada em consideração. Com isso, o Internacional segue como o único vencedor do torneio continental no estado do Rio Grande do Sul.

No final de dezembro, o Fluminense terá a oportunidade de se juntar aos três brasileiros que já venceram a competição (Internacional, Corinthians e São Paulo). Isso porque a equipe venceu a Copa Libertadores e disputará o Mundial de Clubes. O principal cotado para vencer o título é o Manchester City, da Inglaterra, comandado por Pep Guardiola.

Veja a lista de vencedores do Mundial de Clubes:

Fifa confirmou derrocada do Grêmio

A entidade máxima do futebol já afirmou que o Grêmio não tem o título do Mundial de Clubes. Em 2017, quando a equipe gaúcha estava em busca de seu título inédito, a Fifa destacou que eles ainda não tinham vencido a competição.

“Como campeões intercontinentais há 34 anos, o Grêmio sabe o que é sentir ser coroado com o melhor futebol do planeta. O Tricolor gaúcho agora tem uma oportunidade única: concluir um incrível 2017, no qual o clube conquistou a terceira Libertadores levantando um troféu que ainda não adicionou a sua estante, a Copa do Mundo de Clubes da Fifa”, diz a nota da Fifa.