Fifa determina 26 jogadores na Copa do Mundo e anima atletas do Inter

A Fifa oficializou uma mudança importante para a Copa do Mundo no Catar, que será realizada entre novembro e dezembro de 2022. O mundial será o primeiro da história em que as seleções poderão convocar 26 jogadores – ao invés dos tradicionais 23.

Os treinadores da Copa do Mundo poderão levar 15 jogadores para o banco de reservas. Todos poderão ser inscritos em cada partida e ficarão à disposição para entrar nos jogos. Também serão permitidas cinco substituições por jogo, desde que sejam distribuídas em três paralisações.

Outra mudança foi no tamanho da lista provisória que as listas enviam para a Fifa antes do mundial. O número, que antes era de 35, foi para 55 jogadores.

Na semana passada, a associação internacional que regula as regras do futebol (IFAB) autorizou as entidades a adotarem essas novas regras nos torneios que organizam. A Fifa será a primeira a implementar as medidas e a primeira competição com as novidades será a Copa do Mundo.

As alterações na regra podem ser favoráveis para os jogadores do Internacional. O time de Mano Menezes tem alguns atletas que estão no radar do técnico Tite e podem ser convocados para a Copa do Mundo no Catar.

Edenilson e Wanderson aparecem como os nomes mais prováveis no elenco atual. Carlos de Pena, do Uruguai, também pode ser convocado por seu país. Caso seja contratado pelo Inter, Yuri Alberto também pode surgir como alternativa para a seleção.

Inter pode contratar Yuri Alberto

O atacante Yuri Alberto, do Zenit, da Rússia, pode reforçar o Internacional na próxima janela de transferências. O atleta não quer retornar para o leste europeu e teve o contrato suspenso até junho de 2023 conforme a nova determinação da Fifa.

O Colorado está interessado na contratação do centroavante, mas tem a disputa de outros clubes do futebol brasileiro. O Corinthians, Flamengo e Atlético-MG também monitoram a situação do jogador.

Comentários do Facebook

- Publicidade -