Fifa inicia investigação e ex-Inter fica mais perto da Copa do Mundo

A Fifa abriu, nesta quarta-feira (11), uma investigação para apurar uma denúncia apresentada pela Associação de Futebol do Chile (ANFP) contra a Federação Equatoriana de Futebol. A situação é por conta de um jogador que estaria possivelmente irregular.

A denúncia dos chilenos sustenta que o jogador Byron Castillo nasceu na Colômbia e atuou irregularmente em oito jogos das Eliminatórias Sul-Americanas para a Copa do Mundo no Catar.

A ANFP pede que o Equador perca os pontos das partidas em que o jogador foi utilizado e, consequentemente, os adversários ganhem três pontos. Isso alteraria a classificação final das Eliminatórias e deixa o Chile com uma vaga na Copa do Mundo.

A investigação será realizada pelo Comitê de Disciplina da Fifa e a decisão será tomada em breve. A situação poderá ser contestada no Comitê de Apelações da própria Fifa e depois cabe recurso no Tribunal Arbitral do Esporte.

Por conta disso, o técnico Eduardo Coudet pode estar presente na Copa do Mundo no Catar. O treinador é um dos mais cogitados para assumir a seleção chilena, porém desmentiu a existência de conversas entre as partes.

“Eu realmente não sei de nada. Obviamente para qualquer treinador é um orgulho ser nomeado em uma seleção de um país com equipe importante, mas hoje tenho um compromisso aqui e nada vai me desviar”, comentou o treinador.

Outro ex-Inter também disputa cargo na seleção

A Associação de Futebol do Chile está em busca de um novo treinador desde a saída de Martín Lasarte, que apresentou um rendimento abaixo do esperado nas Eliminatórias Sul-Americanas. Alguns velhos conhecidos do Internacional são pontuados como nomes em potencial para assumir a vaga.

Além de Eduardo Coudet, o Torcedores.com apurou que Diego Aguirre é um dos mais cotados para assumir o cargo. O treinador é avaliado positivamente por conta dos resultados apresentados em clubes da América do Sul e pela experiência no continente.

Comentários do Facebook

- Publicidade -