Portal do colorado
Portal de Noticias do Sport Club Internacional

Filho “perdido” de Falcão ficou surpreso com notícia sobre o pai

Filho de Paulo Roberto Falcão, Giuseppe Frontoni Falcão voltou a falar sobre a relação com seu pai. Desta forma, a intenção do filho não foi de falar sobre as recentes acusações de importunação sexual contra o ex-jogador. O único desejo de Giuseppe, no momento, é de estreitar os laços com o pai que praticamente o “abandonou” na infância.

Nos seus 42 anos de vida, Giuseppe passou 40 sem qualquer contato físico com pai. Ele é fruto de uma relação que Falcão teve quando atuou pela Roma, clube de coração de Frontoni Falcão, na década de 1980. Ao Uol Esporte, ele destacou que tem o desejo de pelo menos manter uma amizade com o ex-jogador e foi surpreendido com as acusações de abuso.

“Eu gostaria de ter relação com meu pai. Gostaria que pudéssemos ter uma amizade, que é o que podemos ter hoje. Tenho 42 anos, não vai ser exatamente uma relação de pai e filho. Meu pai não vai trocar minha fralda, ficar a madrugada acordado porque tenho febre. Esse tipo de experiência não volta mais, é algo que já perdemos. Mas ele tem quase 70 anos (faz aniversário em outubro) e entendo que eu poderia ser de mais utilidade para ele”, afirmou o filho.

Falcão recebeu homenagem do filho?

Giuseppe é pai de Pietro Falcão, de quase dois anos de idade. O nome foi escolhido em homenagem ao bisavô materno da criança, mas também é correspondente a Pedro – como se chamava o progenitor de Paulo Roberto Falcão.

“Sei que o pai do Falcão, meu avô, também se chamava Pedro, que é o nome correspondente a Pietro em português”, salientou Giuseppe. O filho segue tentando manter contato com o pai, porém não tem sucesso nas “investidas” que faz com o mesmo.