Portal do colorado
Portal de Noticias do Sport Club Internacional

Fim do julgamento de Daniel Alves

O julgamento de Daniel Alves finalmente chegou ao fim e houve uma definição em relação ao antigo jogador da Seleção Brasileira. O lateral-direito que ficou conhecido por conta do seu grande destaque com a camisa do Barcelona foi preso, no começo do ano passado, sob a acusação de estupro, que teria acontecido em uma boate, na cidade catalã, no final de 2022.

Agora, depois de mais de um ano do ocorrido, finalmente um veredito acabou sendo formado. Aos 40 anos, o jogador foi condenado por agressão sexual pela Justiça da Espanha. A juíza Isabel Delgado Pérez, da 21ª Seção da Audiência de Barcelona, definiu uma pena de quatro anos e meio de prisão para o lateral. Vale ressaltar que ainda cabe recurso para ambas as partes.

Depois do período na prisão espanhola, Daniel Alves também passará por um período de cinco anos em liberdade vigiada. No segundo momento da pena, ele precisará ficar afastado da casa e local de trabalho da vítima por um quilômetro e não poderá entrar em contato com ela. Além disso, ele precisará pagar uma indenização de 150 mil euros (R$ 805 mil) por danos morais e físicos.

Julgamento de Daniel Alves chega ao fim

“O tribunal considera provado que “o acusado agarrou abruptamente a denunciante, a jogou no chão e, a impedindo de se mexer, a penetrou pela vagina, apesar de a denunciante ter dito que não, que queria ir embora”. E entende que “isso cumpre o tipo de ausência de consentimento, com uso de violência, e com acesso carnal”, disse um trecho da decisão proferida pela juíza.

Vale ressaltar que Daniel Alves não esteve presente durante a leitura da decisão, que foi acompanhada pela promotora, Elisabet Jiménez; a advogada da vítima, Ester García; e a advogada de Daniel, Inés Guardiola, além de advogados de defesa e promotoria. A defesa do lateral afirmou que recorreria da decisão em questão.