Gaúchos ficam fora da Libertadores após 14 anos

É quase uma certeza a participação de pelo menos um clube do Rio Grande do Sul na Taça Libertadores da América, porém, a realidade de 2022 será totalmente diferente das últimas temporadas.

Depois de 14 anos seguidos, a Libertadores não contará com a presença da dupla GreNal. Isso não acontecia desde 2008, quando Inter, ainda em ressaca do Mundial, ficou em décimo primeiro no Brasileirão 2007, e o Grêmio terminou em sexto. Na época, o número de classificados para a competição era menor que atualmente.

A soberania da dupla GreNal não é somente em participações. Durante esses 14 anos, 2 títulos vieram para Porto Alegre. O Inter foi campeão em 2010. O Grêmio em 2017.

O Grêmio, até então, era o clube brasileiro com mais participações na Taça Libertadores (21), porém, o Palmeiras vai para a sua 23ª edição, ultrapassando o time gaúcho. O Inter participou 14 vezes da competição.

Em 2022, o Internacional terá que disputar a Copa Sul-Americana e ir em busca do seu segundo título na competição. O Grêmio, rebaixado para a Série B do Brasileirão, vai em busca do seu retorno a elite do futebol brasileiro.

Participação da dupla Gre-Nal na Taça Libertadores desde 2000:

  • 2022 – Nenhuma
  • 2021 – Inter e Grêmio
  • 2020 – Inter e Grêmio
  • 2019 – Inter e Grêmio
  • 2018 – Grêmio
  • 2017 – Grêmio
  • 2016 – Grêmio
  • 2015 – Inter
  • 2014 – Grêmio
  • 2013 – Grêmio
  • 2012 – Inter
  • 2011 – Grêmio e Inter
  • 2010 – Inter
  • 2009 – Grêmio
  • 2008 – Nenhum
  • 2007 – Inter e Grêmio
  • 2006 – Inter
  • 2005 – Nenhum
  • 2004 – Nenhum
  • 2003 – Grêmio
  • 2002 – Grêmio
  • 2001 – Nenhum
  • 2000 – Juventude

Comentários do Facebook

- Publicidade -