Globo e SBT travam disputa quente por direitos da Libertadores

O prazo para a entrega das ofertas pelos direitos de transmissão da Libertadores terminaram na quarta-feira (20) e o resultado deve ser divulgado até o final da semana. A Globo e o SBT travaram disputa forte para contar com a competição continental.

O SBT transmite a Libertadores desde 2020, após a Rede Globo ter rescindido o contrato. Ambos travam a disputa pelos direitos da competição em TV aberta e são as duas empresas que mais interessam a Conmebol por conta do retorno aos patrocinadores do torneio.

A concorrência dos direitos de transmissão da Libertadores é livre, então uma proposta financeiramente maior não garante a vitória. A Conmebol pode levar outros fatores para a escolha, por esse motivo a Globo e o SBT aparecem como favoritos.

Além do dinheiro, a Conmebol também quer a exibição dos parceiros durante a transmissão. A Globo não fazia isso quando tinha o contrato, mas o SBT acabou mostrando as marcas desde o início da trajetória com a Libertadores, em 2020.

Caso a Globo decida não exibir os parceiros da Conmebol novamente, é provável que o SBT vença a disputa pelos direitos de transmissão. Apesar da incerteza sobre o ganhador, é certo que o escolhido terá contrato para mostrar a Libertadores entre 2023 e 2026.

A disputa para a transmissão da Libertadores na TV fechada

Na TV fechada existem dois pacotes e a disputa está um pouco mais abertas. O Grupo Disney fez uma boa proposta e é o mais cotado para conseguir os direitos. Só não é possível saber se eles ficarão com o pacote premium ou o de segundo nível, que dá direito aos confrontos nas quintas-feiras.

A Warner Media, com streaming na HBO Max, também realizou uma oferta. O SporTV, através do Grupo Globo, também fez uma proposta com valor alto para tentar os direitos de transmissão da competição.

Comentários do Facebook

- Publicidade -