Guerrero recebeu quase o prêmio de uma Mega Sena jogando pelo Inter

- Publicidade -

- Publicidade -

Em 2018, Paolo Guerrero fechou com o Internacional e foi uma das contratações mais badaladas do futebol brasileiro. O centroavante saiu do Flamengo para assumir a camisa nove do Colorado, com o status de estrela e a missão de ajudar na retomada por títulos do clube.

Três anos depois, o atacante está acertando a rescisão com o Clube do Povo por estar enfrentando problemas particulares, apesar de que o contrato já estava chegando ao fim em dezembro. Com a saída, os detalhes do contrato de Guerrero começaram a ser revelados.

- Publicidade -

O centroavante tinha o salário mais alto do Inter, que era de cerca de R$ 800 mil, e por esse motivo a permanência do peruano já era contestada no Colorado, pois o clube está enfrentando problemas financeiros.

Segundo o repórter Thaigor Janke, os valores envolvidos em todo o período de Paolo Guerrero no Internacional chegaram aos R$ 50 milhões. Só no momento da contratação foram R$ 15 milhões em luvas.

Com o tempo, o peruano perdeu espaço no elenco e os custos começaram a pesar. Cada mês do atacante no Inter custou cerca de R$ 1,35 milhão aos cofres do clube, para um jogador que fez apenas 15 jogos em 2020 e 16 em 2021.

- Publicidade -

Comparando o valor investido com a quantidade de gols de Guerrero pelo Inter (32 em 72 jogos), foram pagos R$ 1,562 milhão por gol.

A rescisão de Guerrero com o Inter

Paolo Guerrero solicitou a rescisão junto ao Internacional e o clube está acertando os detalhes da liberação junto com o staff do atleta. Nos próximos dias, o atacante deve estar livre no mercado para assinar com qualquer equipe.

O peruano já jogou por Bayern de Munique, Hamburgo, Corinthians e Flamengo. O jogador é constantemente convocado para jogar pelo Peru e é um dos principais atletas da seleção.

Comentários do Facebook

- Publicidade -