Portal do colorado
Portal de Noticias do Sport Club Internacional

Quem riu por último? Ídolo mandado embora pelo Grêmio está desempregado

Quase cinco meses após rescindir com o Grêmio, Maicon segue em busca de um clube para jogar em 2022. O volante esteve em negociação com o Sport, mas ambas as partes encerraram as conversas pouco depois da virada do ano. O objetivo dele é seguir jogando, e enquanto não encontra um time, treina para manter-se em forma.

A ida dele para o clube de Recife estava ligada à volta de Diego Souza à Ilha do Retiro. Assim, quando o centroavante renovou contrato para disputar a segunda divisão com a camisa tricolor, as conversas com o volante esfriaram.

“Eu tive uma lesão no adutor, no púbis, na primeira rodada do Brasileiro. Agora, está dando uma aliviada. Eu dei uma melhorada, tenho feito trabalhos com o Fabinho, fisioterapia do Botafogo. Eu vou cuidar disso, treinar a parte física e na técnica, esquece (risos)”, disse Maicon ao podcast Célula de Sucesso, em dezembro.

O jogador que tirava onda com Rodrigo Dourado agora sequer consegue um clube. Talvez precise se aposentar por não interessar mais a times de ponta.

Ídolo do Grêmio, Maicon fez parte do terceiro rebaixamento da história do clube

Apesar de conviver com lesão, como ele mesmo relatou, o gremista fez parte de mais um capítulo trágico na história do clube.

Experiente, o atleta saiu do clube durante a campanha que culminou com o rebaixamento. O meio-campista foi expulso em jogo contra o Corinthians e logo depois, teve contrato rescindido. À época, tanto clube quanto atleta evitaram o termo dispensa. Na oportunidade, foi suspenso pelo STJD em cinco jogos por ter ofendido o árbitro da partida.

Segundo o jogador, ele foi comunicado sobre a rescisão pela diretoria, e o acordo foi anunciado em 30 de agosto. Dias depois, voltou a Porto Alegre, para uma coletiva de despedida e homenagem do clube, onde atuou por sete anos. 

“Ser dispensado, assim, foi pesado? Mas paciência. Aconteceu”, declarou o volante na mesma entrevista.