Portal do colorado
Portal de Noticias do Sport Club Internacional

Igual ao Inter: Santos já teve um goleiro chamado Manga que foi ídolo

Parece que o nome Manga é bem comum entre os goleiros históricos do futebol brasileiro, com um no Santos e outro divido entre Internacional e Botafogo. O Peixe é recheado de jogadores históricos em seu passado, tendo contribuído não somente para a sua própria história, mas tendo participado ativamente do destaque obtido na Seleção Brasileira nos três primeiros títulos mundiais.

Um nome que também teve bastante destaque no time do litoral paulista acaba se perdendo um pouco na história por conta dos seus xarás. Agenor Gomes, mais conhecido pelo seu apelido, Manga, foi um histórico goleiro do Santos que conquistou títulos importantes no início de uma era de ouro do time paulista que foi continuado por ninguém mais ninguém menos que Pelé.

O jogador acumulou taças vestindo a camisa do Santos, tendo alguns anos de ouro. Manga conquistou os paulistas de 1955, 1956 e 1958. Em 1956 ganhou o Torneio Internacional da Federação Paulista de Futebol e a Taça dos Invictos; em 1959 conquistou o Torneio Mário Echandi e o Pentagonal do México, já e em 1952 o Torneio Início da FPF.

Internacional também tinha seu Manga

Quando a carreira de Agenor Gomes chegava próximo do final, outro jogador com o mesmo apelido surgia no futebol do nordeste. Haílton Corrêa de Arruda, também conhecido como Manga, foi revelado pelo Sport de Recife, onde começou a se destacar no futebol. O jogador que é ídolo do Colorado teve boas passagens em diversos clubes do Brasil, sendo ídolo também em outro.

Depois do Sport, Manga se juntou ao Botafogo, onde passou a maior parte da carreira e conquistou grande parte dos seus títulos. Pelo alvinegro carioca foram conquistadas a Taça Brasil, de 1968, o Torneio Rio-São Paulo, em 1962,1964 e 1966, além de quatro estaduais. Já pelo Inter, conquistou os dois primeiros títulos brasileiros da história do clube, em 1975 e 1976, e mais 3 estaduais.