Inter bate o martelo e define o perfil de atacante desejado

A direção colorada segue firme na busca para anunciar um centroavante na atual janela de transferências. Atualmente, o time de Mano Menezes dispõe de Alexandre Alemão, Matheus Cadorini e Wesley Moraes para compor o setor terminal de ataque. Com isso, as características do jogador para a posição foi traçado pelos comandados de Alessandro Barcelos, que intensificaram a procura nos últimos dias.

Em primeiro plano, o jogador precisa estar livre no mercado, ou ao menos disponível para ser emprestado. Isso, por conta da questão financeira delicada, na qual o clube vive há alguns anos. Apesar da exigência fechar algumas portas, o modelo pode render bons frutos para o elenco, algo que já foi visto nas contratações de Wanderson, De Pena, Pedro Henrique e Vitão, que chegaram sem custos ao grupo.

Quanto as questões técnicas, a busca se dá por um atacante de mobilidade, que não fique esperando a bola em um único setor, palavras ditas pelo próprio treinador da equipe, em entrevista para o canal Vozes do Gigante.

Quem são os atacantes monitorados pelo Inter?

Depois de perder Yuri Alberto para o Corinthians e se afastar da contratação de Brenner, a direção colorada mudou o foco da busca para dois jogadores, sendo eles Luiz Phellype e Mikael. Ambos atuam no futebol europeu e estariam dentro do padrão de negociações do Colorado, mas ainda estão distantes de qualquer avanço.

Por ora, a direção afirma que está atenta ao mercado e deverá anunciar um atacante até o fim da janela de transferências, devido a carência do grupo. O anúncio seria a cereja do bolo para o elenco de Mano, que foi recheado no último período de negociações.

- Publicidade -