Inter conseguiu estragar a despedida de D’Alessandro

D’alessandro retornou ao Inter em janeiro de 2022 para fazer seu trimestre de despedida com a camisa colorada. No entanto, nada do que o gringo esperava vem acontecendo.

As atuações do time de Alexander Medina vem fazendo com que o período do adeus do argentino ao torcedor colorado esteja sendo doloroso, transformando a despedida de D’ale em algo totalmente secundário para o torcedor, que foca na pressão ao elenco, dirigentes e treinador.

A vexatória eliminação na Copa do Brasil, as derrotas no Campeonato Gaúcho e por último, os 3 x 0 sofrido para o arquirrival no jogo de ida da semifinal do Gauchão estão colocando um gosto amargo na reta final de D’alessandro com a camisa colorada.

Despedida de D’ale provavelmente será título

Com o rebaixamento do Grêmio para a Série B e com a forte pressão que vive o Tricolor, o Inter se consolidou como favorito a vencer o Gauchão em 2022. O título não vem para o Beira-Rio desde 2016 e seria a oportunidade de fechar a trajetória de D’alessandro com chave de ouro.

Entretanto, o Inter encaminhou sua eliminação após a derrota por 3 x 0 para o Grêmio no confronto de ida da semifinal do Gauchão e provavelmente fará com que D’ale encerre sua história no Colorado sem erguer uma taça em sua despedida.

Desde 2008, ano em que o gringo chegou ao Beira-Rio, somente em 2017, 2018, 2019 e 2020, o jogador não conquistou nenhuma taça com a camisa do Internacional. Nos demais anos, ao menos o Campeonato Gaúcho era alcançado pelo Internacional.

Com isso, o trabalho de Alexander Medina e da direção do Clube do Povo, acabaram estragando o clima de despedida que D’ale vive no Inter e na carreira. Dificilmente o cenário será revertido, entretanto, nada apaga a rica história do ídolo colorado, que está chegando ao fim, provavelmente neste mês de março.

Comentários do Facebook

- Publicidade -