Inter: Conversa reservada, retornos do DM e mobilização extrema; bastidores do último dia de treino antes da decisão

O time do Internacional está praticamente definido para enfrentar o Colo-Colo, nesta terça-feira, pela Copa Sul-Americana. A partida é encarada como a mais importante do ano, para as pretensões do clube de seguir almejando um título na competição continental. O último treino antes da partida teve algumas peculiaridades. Mostrando que o clima é de total mobilização.

Uma conversa de cerca de 25 minutos, a portas fechadas, no vestiário, atrasou o início da atividade. Enquanto membros da equipe de preparação física e auxiliares de campo terminavam de montar as atividades, Mano esteve com o grupo no vestiário. Somente depois, vieram para o campo. O assunto: uma das últimas mobilizações e ajustes de estratégia antes da partida.

No treino, Mano contou com dois retornos importantes: Bustos e De Pena estão recuperados de problemas musculares e estarão a disposição para a partida decisiva. Os outros jogadores preservados da partida contra o Ceará, participaram normalmente do treino, também. Com uma exceção.

Renê teve diagnosticada uma lesão muscular. Com isto, ele para de 3 a 4 semanas. Ficando de fora da equipe neste período. Mano já havia adiantado que isto aconteceria, após o empate do Inter contra o Ceará. Moisés é quem assume a vaga de titular.

Time do Inter tem dúvidas do meio pra frente

São poucos os mistérios feitos por Mano Menezes. Todos do meio pra frente. Ele deverá optar por uma dupla: ou jogam Alan Patrick e David, ou jogam Taison e Alemão. A tendência é que Alan Patrick e David iniciem.

Provável Inter tem: Daniel; Bustos, Vitão, Mercado e Moisés; Gabriel, Edenilson, De Pena e Alan Patrick; Pedro Henrique e David.

- Publicidade -